Viradas para iniciantes: Descubra as melhores técnicas e exercícios pra você que começa sua vida de baterista!

Viradas para iniciantes descritas aqui em exercícios fáceis e práticos. Confira!

Viradas para iniciantes

 

Muitos bateras que estão iniciando no instrumento sonham em tocar rápido, fazer viradas virtuosas e grooves intensos.

Eles não sabem, mas para tocar como Chad Smith (Red Hot Chili Peppers), Neil Peart (Rush), Mike Portnoy (Ex Dream Theater), ou como qualquer outro mestre, você tem que começar de baixo. É preciso praticar muito e desenvolver ritmo e coordenação.

A dica que eu quero passar hoje é sobre viradas de bateria. Mais especificamente para iniciantes. Bateristas que estão aprendendo o básico, ou que já tocam uma música e outra mas querem expandir o leque de opções.

É extremamente importante lembrar que você está trabalhando uma parte do seu cérebro que poucas pessoas desenvolve durante a vida. Seja paciente consigo mesmo, pratique um pouco todo dia, e procure cada vez mais exercícios que vão desafiar sua coordenação motora e capacidade musical criativa. Só assim você vai evoluir no instrumento.

Antes de sentar na bateria e tocar essas viradas extraordinárias, vamos aprender um pouco sobre as figuras de rítmicas.

Viradas para iniciantes: Figuras Rítmicas

Se você já estudou o básico do básico na bateria, já conhece as figuras de tempo e o compasso musical. Caso não tenha aprendido isso ainda, eu vou fazer uma breve explicação, pois esse assunto será extremamente necessário para você tocar viradas na bateria.

Inicialmente você vai precisar entender de duas coisas, compasso e metrônomo.

Compasso

Tempo onde colocamos as notas, ritmos e viradas de bateria. Você já percebeu que muitos bateristas contam, 1,2,3,4 antes de começar a tocar uma música? Muito até batem as baquetas para indicar isso aos outros membros de banda. Essa contagem não é nada mais nada menos que o tempo da música. 90% das músicas que você vai tocar como iniciante apresentam essa contagem de 4 tempos.

Metrônomo

Essa maquininha é como se fosse um relógio, que ficará encarregado de contar o tempo para nós, bateristas. É extremamente importante praticar com o metrônomo, para que não ocorra viradas fora do tempo e batidas fora de compasso.

Aconselho você procurar os diversos aplicativos gratuitos na Apple Store ou no Google Play, uma ótima opção para quem está começando.

Com isso, as principais figuras musicais que você precisará conhecer são:

  • Semi-breve= Dura 4 tempos
  • Mínima= Dura 2 tempos
  • Semínima= Dura 1 tempo
  • Colcheia= Dura meio tempo
  • Semi-colcheia= Dura ¼ de tempo

Viradas para iniciantes: Primeiros Passos

Como falamos acima um compasso tem apenas 4 tempos, com isso você deverá completar usando as figuras de tempo que você quiser, sempre lembrando de nunca ultrapassar 4 tempos e muito menos colocar figuras onde o somatório seja inferior a 4 tempos.

Exemplo 1

Nesse primeiro exemplo, eu tenho 4 notas musicais. Vou tocar o tempo 1,2,3 e 4.

Cada figura de Semínima vale apenas um tempo. Por isso, só vou tocar a minha caixa de bateria apenas 4 vezes.

Exemplo 2

Nesse segundo exemplo, eu já tenho 8 notas de Colcheia. Isso acontece devido a minha nova nota ter um valor de duração inferior a Semínima.

Colcheias valem apenas meio tempo, com isso, terei que colocar 8 figuras para completar um compasso.

Perceba que para me ajudar na contagem eu acrescento a letra ‘’e’’, indicando as minhas notas no contra tempo. Você pode usar essas dicas também.

Aconselho tocar esse exercício e falar em voz alta, para intensificar seu desenvolvimento rítmico.

Exemplo 3

Agora teremos que tocar 4x em cada tempo. Muito mais rápido não é mesmo? Fazendo uma simples matemática, teremos 4 Semi Colcheias para cada tempo. Com isso, para completar um compasso deveremos tocar 16 Semi Colcheias.

Perceba que tudo é uma questão simples de multiplicação e divisão matemática. Acredite, você só vai aprender a tocar viradas de verdade se entender bem esse conteúdo.

Para facilitar a contagem, eu adiciono o número referente ao tempo mais as letras “i“, “e” e “na“, visto que cada um representa uma Semi Colcheia.

Exemplo 4

O exemplo número 4 é muito mais musical, visto que eu começo a misturar as figuras de tempo, deixando as nossas viradas muito mais interessantes.

Viradas para iniciantes: Complicando um pouco mais!

Exemplo 5

Já o exemplo número cinco eu aconselho você misturar todas as 4 principais peças da bateria, muito comuns de se ouvir em viradas musicais.

Agora que você já domina uma série de viradas de bateria para iniciantes eu desafio você a tocar uma batida bem simples de bateria, e logo em sequencia tocar uma dessas viradas.

Por que esse desafio? Tocar viradas de bateria de forma singular, como fizemos nos exercícios é muito fácil. Porém, lembre-se que quando você estiver tocando uma música, você não vai parar no meio, ler com calma a virada, contar o tempo e tocar.

Você terá que tocar automaticamente um ritmo atrás do outro, tornando o simples fator de tocar uma virada bem mais difícil.

Viradas para iniciantes: O que fazer em seguida?

Já que você entendeu a ideia, agora é importante tentar explorar sua criatividade e aperfeiçoar o que você aprendeu lendo esse conteúdo.

Pratique com calma, sempre utilizando o metrônomo em velocidade bem baixa, para que não corra risco de sair do tempo.

Verifique se suas viradas tem 4 tempos, e experimente sequencias cada vez mais diferentes. Com o tempo de prática, elas se tornarão cada vez mais naturais e familiares aos seus ouvidos!

Salvar